ROTEIRO GEOLÓGICO - ALDEIA DE SÃO PEDRO DE SARRACENOS

Autores

  • Heloan Patrick Batista Instituto Politécnico de Bragança
  • Juliana Costa  Instituto Politécnico de Bragança
  • Djanaina Sousa Instituto Politécnico de Bragança
  • Elsa Maria Gabriel Morgado CEFH - UCP & Instituto Politécnico de Bragança

DOI:

https://doi.org/10.37334/riesa.v5i1.56

Palavras-chave:

Ambiente, Educação, Roteiro geológico, Bragança

Resumo

A construção de um roteiro geológico não é revela uma tarefa fácil de ser executada, são muitos os detalhes e aspetos a serem considerados o que pode ser encarado como uma dificuldade para a realização do trabalho. O primeiro item a ser definido deverá ser a escolha do local a ser estudado, deve ser uma área preferencialmente inexplorada ou desconhecida, para que se promova a inserção da mesma entre os pontos de interesse de uma região. Delineada a zona, inicia-se a fase da pesquisa (procura em sites por conteúdos, como artigos, notícias, visitas in loco para conhecer o espaço, diálogo com habitantes, entrevistas com autoridades locais, procura de mapas), tudo aspetos importantes de modo a conseguir o maior número de informação, para a identificação dos pontos relevantes a serem trabalhados. Após conhecimento mínimo do local, define-se o percurso de interesse a explorar (atrativos naturais, económicos, patrimoniais, bem como geológicos). O local escolhido, foi a freguesia de São Pedro de Sarracenos, inserida no distrito de Bragança, um local de grande beleza natural, que não consta das rotas a serem visitadas no município. Um roteiro geológico poderá ser uma ferramenta ao serviço da educação, de forma a divulgação e sensibilização quer para os aspetos naturais, quer para os aspetos ambientais.

Downloads

Publicado

2022-08-23